David Coverdale pronto para invadir o Brasil – Revista Eletricidade

David Coverdale pronto para invadir o Brasil

Bastaram duas apresentações no mega-festival Rock In Rio, em 1985, para que os ingleses do Whitesnake conquistassem definitivamente o coração do público brasileiro.

Uma segunda passagem pelo país em 97, em uma tour de despedida, confirmou que o Brasil nunca esqueceu deste verdadeiro clássico do Hard Rock e que ele ainda tinha força musical suficiente para emocionar multidões.

Depois de oito anos de ausência, o Whitesnake retorna ao Brasil em setembro, para algumas apresentações que prometem fazer história.

O vocalista e band-lider do Whitesnake, David Coverdale adiantou, em entrevista exclusiva à Revista Eletricidade como serão os shows por aqui e falou de novos planos, futuros lançamentos e até sobre espiritualidade.
Confiram esta conversa imperdível com esta lenda-viva do rock.

Eletricidade: Em Janeiro passado, o Rock in Rio completou 20 anos. Qual sua lembrança mais marcante deste show?
David Coverdale: Foi a primeira vez que eu tive uma platéia de 400 mil pessoas e a minha primeira chance de tocar para um público brasileiro. Eu adorei! Nunca tive o prazer de visitar a América do Sul com o Deep Purple, então foi uma grande oportunidade. Eu tenho lembranças muito queridas e algumas muito sexys. Gosto muito do “estilo de vida” de vocês (brasileiros), onde o sexo é muito importante, eu acho que essa é uma característica ótima de seu país.

Eletricidade: O que você espera da tournê sul americana?
David Coverdale: Eu tenho um grupo de músicos excepcionais e eles não vêem a hora de ir até a America do Sul, somente Tommy (Aldridge – bateria) e eu, estivemos por aí e eu estou mesmo muito feliz de apresentar esta nova formação do Whitesnake para o público brasileiro.

Eletricidade: O roteiro do show será o mesmo que o apresentado nos EUA?
David Coverdale: Não, nós temos pouco tempo, apenas um set de uma hora, mas espero que possamos fazer novos contatos para, no próximo ano, trazer o show completo. Estou muito feliz de voltar ao seu país!

Eletricidade: A tournê de 97 era de despedida do Whitesnake e marcaria o início de sua carreira solo. O que aconteceu que te fez reformar a banda?
David Coverdale: Eu queria ser um pai para o meu filho recém-nascido, fiz questão que ele soubesse que tinha um pai.
Tenho dois filhos, a minha filha mais velha já está com 27 anos, e quando ela nasceu, eu estava gravando o primeiro disco do Whitesnake.
Naquela época eu passava muito tempo longe dela, trabalhando, e não quis fazer o mesmo com Jasper, meu filho.
Mas agora, ele já está numa idade boa e isso é bom para mim, porque eu posso voltar a trabalhar pela diversão e pelo prazer.Minha esposa me incentivou a voltar e eu sai para tocar por 2 meses, mas acabei voltando só 9 meses depois, mas eu estava me divertindo tanto que poderia, muito bem, trabalhar com o Whitesnake por 6 meses e passar os outros 6 meses com minha família.
E agora, muitas vezes eu levo minha família para a estrada comigo. E este é o equilíbrio ideal para mim.

Eletricidade: Nesta nova turnê americana vocês incluíram pacotes que dão direito aos fãs de visitarem os camarins do Whitesnake. Como é para você este contato com essas pessoas que gostam da banda?
David Coverdale: É fantástico! Normalmente eu me desgasto muito no show, então, no final, eu só tomo um banho e volto para o ônibus para jantar, enquanto estou a caminho da próxima cidade.
Esta é uma novidade muito interessante para mim. O número de pessoas é limitado a um máximo de 25 por noite e eu passo cerca de uma hora com elas, nós conversamos, elas me fazem perguntas, pedem que eu assine seus CDs. Também tiramos fotos e todos parecem gostar muito. E eu também gosto muito de fazer isso.

Eletricidade: Recentemente você gravou pela primeira vez, um DVD ao vivo do Whitesnake. Mas ele ainda não foi lançado e a data de lançamento tem sido adiada, vocês já tem uma nova data de lançamento?
David Coverdale: Esta é uma situação muito complicada. Nós gravamos um show, em Londres, em outubro do ano passado. Foi um show muito especial, onde tudo funcionou muito bem, a nossa performance, a platéia estava maravilhosa e tinham pessoas de várias partes do mundo.
Eu negociei a produção do DVD com uma empresa bem conceituada no mercado e mixamos o som em Fevereiro deste ano, pois tinha intenção de usar a tournê para divulgar o novo DVD.
Infelizmente, esta empresa acabou se revelando desonesta comigo e fiquei muito desapontado. Mesmo assim, eu continuava a ter que responder perguntas sobre este projeto e acabei tendo que dar desculpas por eles.
Esta empresa acabou falindo e no momento, eu e meu empresário estamos tentando conseguir financiar a finalização do DVD para que eu possa lançá-lo.
Se tudo der certo, estaremos lançando este DVD no dia 26 de Outubro, mas para mim é bem desconfortável dizer isso, porque ainda pode não acontecer. Por enquanto está fora das minhas mãos e assim que o último show acontecer em Santiago, pretendo voltar para casa e resolver logo este problema, porque só assim terei material novo do Whitesnake para promover.

Eletricidade: E é bem difícil de encontrar material do Whitesnake…. às vezes, os fãs dependem da internet para encontrar alguma coisa da banda.
David Coverdale: Também acho que a EMI não está fazendo um bom trabalho… e este é o problema!
Eu fiz um disco muito bom com Jimmy Page e a Geffen não faz mais cópias dele. As pessoas que procuram por este disco acabam conseguindo só cópias piratas e isso é muito ruim.
Mas este “negócio” é assim mesmo e é por isso que eu não quero mais trabalhar com estas grandes gravadoras.
É muito difícil de lidar com eles…. é claro que eu tenho músicas novas, e também é claro que eu quero mostrá-las para o público.
E muita gente que visita meu website me cobra isso, mas não quero me colocar de novo nesta situação de ficar muito infeliz, trabalhando com pessoas que eu não quero.
O que eu gosto é de sair por aí tocando para o público e esta é a mais pura forma de fazer música.
Mas daí, você tem que se envolver com o “negócio” da música, promover seu trabalho, assinar contratos. Eu achei que seria divertido sair por aí tocando, mas todos começaram a curtir tanto a volta do Whitesnake que esta questão de fazer coisas novas acabou ressurgindo.
Mas tenho um bom plano para resolver esta questão: estarei gravando um disco duplo ao vivo em alguns shows na América do Sul e espero poder lançar neste disco, pelo menos 4 músicas inéditas.

Eletricidade: Você citou agora o Jimmy Page, vocês têm algum novo projeto? Eu soube que ele gostou muito de trabalhar com você, como é seu relacionamento com ele?
David Coverdale: Nós nos damos muito bem, mantemos uma amizade muito boa. Nos comunicamos através de uma amigo comum, o fotógrafo Ross Halfin, o Jimmy não usa a Internet (risos), então, mantemos nosso contato através do Ross.
Nós não discutimos mais nenhum novo trabalho, mas estas coisas no rock são completamente inesperadas, estamos aqui conversando e quando terminarmos, o telefone pode tocar e pode ser o Eddie Van Halen, ou o Jeff Beck dizendo que querem fazer algum trabalho comigo.
Eu tento manter meu coração aberto para estas propostas e ver no que elas irão dar.
Mas eu preciso dizer que estou muito feliz com a minha situação atual, estou muito contente de poder fazer música com esta nova versão do Whitesnake.

Eletricidade: Podemos notar pelos seus trabalhos e declarações mais recentes que você tem cada vez mais se voltado para um lado espiritual. Você saberia definir quem é Deus para você?
David Coverdale: Sobre a minha espiritualidade? Eu trabalho todos os dias e me ofereço ao serviço de Deus. Não vou a nenhuma Igreja e não me vejo como uma pessoa religiosa, mas acredito completamente em Deus, aliás, não tenho qualquer escolha sobre isso.
Isso é o que o meu coração e minha mente dizem, não sou religioso, mas sou um homem espiritual.
Quando eu olho pela janela e vejo o lago e as árvores, eu sei que são dádivas de Deus.
Não tenho outras explicações para isso, não consigo explicar as coisas de outra forma, é assim que as coisas são para mim.

Adriana/Valeria Maraviglia
@revistaeletricidade

Entre no Facebook e deixe seu comentário: