Fotos revelam a história do Led Zeppelin – Revista Eletricidade

Fotos revelam a história do Led Zeppelin

CAPA DE LED ZEPPELIN: GOOD TIMES, BAD TIMES - A VISUAL BIOGRAPHY OF THE ULTIMATE BAND Lançado no início do mês de Outubro, o livro “Led Zeppelin: Good Times, Bad Times, A Visual Biography of the Ultimate Band” além de comemorar os 40 anos dos primeiros dois discos, revela para o público momentos íntimos da banda, bastidores, estúdios de gravação e em suas casas de campo, onde buscavam refúgio dos excessos da estrada.

Escrito por Jerry Prochnicky, fã e pesquisador da história do Led Zeppelin há 40 anos, o livro é co-assinado pelo fotógrafo Ralph Hulett e a segunda colaboração da dupla que já tem em seu currículo o livro “Whole Lotta Led: Our Flight with Led Zeppelin”.

Contando com o trabalho de mais de 60 fotógrafos, o livro conta a história da banda em 200 imagens, mais da metade inéditas, cobrindo um período que vai de sua primeira apresentação na Dinamarca, em 1968, quando ainda eram chamados de New Yardbirds; até seu retorno triunfal, em 2007, em Londres, na O2 Arena.

Além de ser a principal banda de sua geração e de ter mudado completamente a cara da música que se fez desde então, o Led Zeppelin e seus membros, vivenciaram na carne todos os aspectos ligados ao estilo de vida do rock star: sexo, drogas e rock n’ roll; embora sejam clichês que fazem parte de todas as histórias deste período particular do estilo (décadas 60 e 70), estão presentes e ajudam a contar a história de vida de Jimmy Page, Robert Plant, John Paul Jones e John Bonham; que por sinal, tombou vítima de seus excessos em 1980.

LED ZEPPELIN - PHOTO: DIVULGAÇÃOEntre as raridades, uma da banda reunida ao redor de uma inusitada lareira, a bordo do jatinho particular que usou durante a tournê americana de 1975 e reunida nos estúdios da gravadora Atlantic, em Nova York, em 1969, durante as gravações de Led Zeppelin II, onde por ordem da própria banda foram barrados groupies, imprensa e fãs.

Mas são sempre as fotos no palco que mais chamam atenção dos fãs e no novo livro pode-se ver a banda em ação em shows históricos como o que aconteceu em San Diego, em 1977, último da banda antes da morte de John Bonham.

São 261 páginas obrigatórias para os fãs e uma forma excelente de conhecer um pouco da história de quem inventou uma boa parte daquilo que hoje em dia se chama rock.

Adriana Maraviglia
@drikared

Entre no Facebook e deixe seu comentário: