Um super time de super músicos = SuperHeavy – Revista Eletricidade

Um super time de super músicos = SuperHeavy

Músicos e produtores do primeiro time se unem para criar um supergrupo. Já vimos esse filme antes, certo? Mas desta vez, a história é um pouco diferente, Mick Jagger, o eterno bandleader dos
Rolling Stones, a jovem estrela do soul e blues Joss Stone, o músico/produtor eclético e experiente veterano Dave Stewart, o filho de Bob Marley, cantor de reggae Damian Marley e o compositor/produtor musical de trilhas sonoras de Bollywood A.R. Rahman uniram forças em um trabalho conjunto chamado SuperHeavy.

E vamos combinar que mesmo para um supergrupo existem muitos sotaques diferentes envolvidos, embora todas as culturas sejam de países que um dia já pertenceram ao antigo Império Britânico; não há nada mais em comum entre eles, além de trabalharem com música.

Assim, sotaques, sonoridades e texturas diferentes ora se misturam, ora se destacam criando uma coleção de canções que combinam com verão e devem fazer parte da trilha sonora de muitas festas desta temporada. Tudo muito energético, elétrico, vivo e de altíssimo impacto; como aqueles números musicais típicos dos filmes de Bollywood ou as apresentações ao vivo dos Rolling Stones.

A sonoridade reggae atravessa quase todo o trabalho e serve de embalagem para “SuperHeavy”, a faixa de abertura, um tour de force que de saída já deixa claro que mesmo que o resultado do trabalho seja dançante e alegre, ninguém ali está para brincadeira, e sim, o sotaque jamaicano de Damian torna tudo um pouco mais cool.

“Unbelievable” e o single “Miracle Worker” seguem no mesmo clima e depois delas, “Energy”, tem um andamento mais veloz, onde sobre uma base eletrônica, Damian Marley manda seu recado, Mick Jagger pode ser ouvido mandando bem no rap (?!!) e na sua sempre bem vinda harmônica.

“Satyameva Jayate” que em sânscrito significa “Somente a verdade triunfa” é a primeira grande chance de AR Rahman mostrar a que veio. Cantada em hindi, por Mick Jagger, Joss Stone e Damian Marley, a música apresenta o diferenciado e muitas vezes apimentado pop indiano.

Se “Rock me Gently” tem a sensação mais forte de alguma origem rock em seu DNA com as guitarras construindo a base melódica, “Never Gonna Change” é a baladona de piano que ficaria bem em qualquer disco dos Stones, pronta para ser executada naquele momento do show em que quase se esquece o resto da banda e os olhos e ouvidos da plateia ficam hipnotizados pelos maneirismos e exageros de Sir Jagger.

E falando em maneirismos, os bons vocais de Joss Stone às vezes se perdem neles, mas encontram alguma redenção nos belos duetos de “I Don`t Mind”.

“I Can’t Take it no More” também é a cara de Stones e provavelmente deixaria Keith Richards com ciúmes.

A faixa “Common Ground”, que é bonus da edição “De Luxe”, pode não ser a melhor do disco, mas seu título, que traduzindo, para o português é “base comum”, se refere ao ponto em que todas as partes concordam e se harmonizam. Nada mais difícil do que encontrar pontos comuns e harmonizar artistas tão naturalmente exuberantes e fazê-los funcionar em um time.

O “SuperHeavy” é esse time e, provavelmente, ficou nas mãos de Dave Stewart, a tarefa hercúlea de acomodar tantos egos enormes. Trabalho difícil, mas executado brilhantemente.

O projeto que começou em 2009, na mais improvável das Jams, bem que poderia virar uma tour, espalhando pelo mundo as suas boas vibrações! Que Jah abençoe!

Adriana Maraviglia
@drikared

Faixas de “SuperHeavy”:

1. SuperHeavy
2. Unbelievable
3. Miracle Worker
4. Energy
5. Satyameva Jayathe
6. One Day One Night
7. Never Gonna Change
8. Beautiful People
9. Rock Me Gently
10. I Can’t Take It No More
11. I Don’t Mind
12. World Keeps Turning
13. Mahiya **
14. Warring People **
15. Common Ground **
16.Hey Captain **
17.Miracle Worker” (Ashley Beedle’s Warbox Remix)

iTunes bonus track *
De Luxe edition bonus track **

Assista ao clipe de “Miracle Worker”: 

Entre no Facebook e deixe seu comentário: