Renato Borghetti quarteto mostrou a força da música gaúcha no palco do SESC Belenzinho em São Paulo – Revista Eletricidade

Renato Borghetti quarteto mostrou a força da música gaúcha no palco do SESC Belenzinho em São Paulo

RENATO BORGHETTI  NO SESC BELENZINHO - PHOTO BY  ADRIANA CAMARGONo último dia 23 de junho, Renato Borghetti Quarteto voltou à capital paulista após uma ausência nos palcos aqui por causa de diversos shows que fizeram no exterior. Dessa vez a apresentação foi no SESC Belenzinho, na Zona Leste da cidade, que teve os ingressos esgotados. O quarteto é formado por Renato Borghetti (gaita ponto), Daniel Sá (violão), Pedrinho Figueiredo (sax e flauta) e Victor Teixeira (piano).
Às 18h10, o grupo entrou no palco ao som de um solo primoroso de Daniel Sá no violão, que depois foi acompanhado pelos demais músicos. No repertório também constaram “Mercedita”, “Ferrão de Marimbondo” (milonga de Daniel Sá), “Sétima do Pontal”, “Milonga para as Missões”, “Felicidade”, “Luar do Sertão”, “Asa Branca”, entre outras.

Os quatro músicos “esbanjaram virtuosismo” e foi possível até que eles fizessem ‘brincadeiras e duelos musicais’ durante todo o show, que agradaram muito ao público presente.

O acordeonista Renato Borghetti, também chamado de Borghetinho, já gravou inúmeros discos e consolidou sua carreira como um dos mais importantes instrumentistas do país. As composições dele misturam um som tradicional do Rio Grande do Sul com sons modernos.

Quase no final do show, Borghetti pediu para o público cantar com eles uma música de um compositor gaúcho chamado Lupicínio Rodrigues, e o gaitista foi prontamente atendido com as pessoas fazendo coro em “Felicidade”, que depois o quarteto emendou com “Luar do Sertão” de Luiz Gonzaga. Na sequência eles tocaram RENATO BORGHETTI  NO SESC BELENZINHO - PHOTO BY  ADRIANA CAMARGO“Baião” também de Luiz Gonzaga, mas um pouco mais acelerada que a versão original, porque Borghetti disse que quando gaúcho toca essas músicas vira “vanerão”. E virou mesmo!

Em seguida a banda saiu do palco e retornou com um solo irrepreensível de flauta de Pedrinho Figueiredo! Ele mostrou seu talento musical e também que tem muito fôlego! Logo depois eles tocaram “Asa Branca”, “Milonga para as Missões” e mais um som para encerrar o show.


Adriana Camargo
Colaboradora Eletricidade


Resenha do  show de Renato Borghetti – SESC Belenzinho – SP (23/06/2013)

Entre no Facebook e deixe seu comentário: