Simply Red volta a cena com disco que celebra os 30 anos da banda – Revista Eletricidade

Simply Red volta a cena com disco que celebra os 30 anos da banda

SIMPLY RED - BIG LOVEForam 8 anos sem material inédito e mesmo depois do anúncio do final do Simply Red, que aconteceu efetivamente em 2010, Mick Hucknall decidiu trazer a banda de volta para comemorar, em 2015, a marca de seus 30 anos de fundação.

O novo disco, que nasceu da vontade de ter material novo para apresentar durante a turnê comemorativa é “Big Love”, o décimo primeiro álbum de uma banda que conta com uma imensa aceitação popular pelo mundo afora e que conquistou o público brasileiro desde sua primeira apresentação por aqui, durante o primeiro Hollywood Rock, em 1988.

O Simply Red sempre foi muito mais o trabalho do cantor e compositor Mick Hucknall, com uma banda de apoio, do que uma banda no sentido mais costumeiro da palavra. E esse ruivo que é a cara e a alma do Simply Red tinha uma tremenda fama de mulherengo e conquistador.

Mas mostrando que agora tudo mudou também em sua vida pessoal, Hucknall usa a nova safra de canções para celebrar coisas que antes nem passavam perto de seu “mundo”; as novas letras falam sobre as virtudes da fidelidade, as alegrias da vida em família e sobre o amor duradouro por uma só pessoa.

E se as letras e a temática mudaram muito, a musicalidade permanece a mesma, com aquela influência pesada de música negra americana, o novo disco passeia pelo soul, funk, jazz e até o pop com pitadas eletrônicas aqui e ali

A faixa de abertura “Shine On” é tão boa que parece ter vindo direto, através de um túnel do tempo, da melhor e mais frutífera época do Simply Red, entre o final da década de 80 e os primeiros anos da década de 90 e, para quem viveu intensamente aquele período, fica bem difícil não se erguer e sair dançando.

“Daydreaming” e “Big Love” soam como também vindas do túnel do tempo, mais especificamente de meados da década de 70, quando esse tipo de balada soul chegava em peso nas rádios.

Outra faixa que merece destaque é “Dad”. Uma homenagem ao pai de Hucknall, falecido recentemente, ele permaneceu ao lado do filho depois que a mãe abandonou os dois, quando Mick tinha apenas 3 anos de idade.

“Tight Tones” e “WORU” vão também buscar sua inspiração na soul setentista e trazem de volta aquela sonoridade característica do Simply Red que tanto atraiu o público nesses últimos 30 anos.

Enquanto “The Old Man and the Beer” com sua estrutura jazzy, faz graça com os “homens incompreendidos” que estão por aí pelo mundo e que precisam escapar para os braços da chamadas “louras geladas” para encontrar alguma paz.

“Each Day” é mais uma balada que celebra o amor e a fidelidade.

E neste momento em que o disco chega às lojas físicas e virtuais, o Simply Red volta para a estrada e inicia uma nova tournê. Resta aos brasileiros aguardar que a banda volte a tocar por aqui.

Adriana Maraviglia
@drikared

Confira as faixas de “Big Love”:
1. Shine On
2. Daydreaming
3. Big Love
4. The Ghost Of Love
5. Dad
6. Love Wonders
7. Love Gave Me More
8. Tight Tones
9. WORU
10. Coming Home
11. The Old Man and the Beer
12. Each Day
13. Shine On (Max Bidda Radio Mix)

Assista ao videoclipe de “Shine On”:

Entre no Facebook e deixe seu comentário: