Alan Rickman é o “Rei Sol” em “Um Pouco de Caos” – Revista Eletricidade

Alan Rickman é o “Rei Sol” em “Um Pouco de Caos”

UM POUCO DE CAOS - POSTERAinda que tente mostrar todo o fascínio de uma época muito particular, em que a nobreza francesa viveu literalmente no topo do mundo, entre as luxuosas paredes cobertas de ouro e espelhos, toda a trama de “Um Pouco de Caos”, embora contenha alguns personagens reais, como o próprio “Rei Sol”, é ficcional e a história real da construção do Palácio de Versalhes, e de seu incrível salão de baile ao ar livre, ficou bem longe da poesia e do romance que o roteiro tenta imprimir.

Por sinal, o ambiente palaciano passaria para a história como um verdadeiro covil de cobras, lutando todo o tempo pela atenção de um monarca insanamente vaidoso.

De qualquer forma, no filme, em 1682, o palácio já está quase pronto, mas prestes a mudar-se com todo o seu séquito de 2000 nobres da pestilenta cidade de Paris, o Rei Luis XIV (Alan Rickman) ordena que os jardins ao redor do palácio devem refletir toda a opulência dos interiores do palácio.

Encomendando o projeto dos jardins a André Le Notre (Matthias Schoenaerts), um dos nobres que convive dentro do palácio, graças a sua ambiciosa esposa (Helen McCrory), sempre envolvida nas tramas palacianas, em busca de um lugar ao sol, sob os bons auspícios reais.

Para ajudar no projeto, André contrata Sabine De Barra (Kate Winslet), uma profissional a frente de seu tempo, com um grande talento e que acredita que não existe perfeição sem pelo menos o “pouco de caos”, do título do filme.

Apaixonada por seu trabalho, a Sabine de Kate Winslet parece uma daquelas personagens tão fascinantes que é mesmo uma pena ela nunca ter existido.

O envolvimento dos dois é cada vez maior, enquanto tudo ao redor parece sempre prestes a fervilhar.

O Luis XIV de Alan Rickman ilumina a tela em suas cenas, mas o resultado final de seu filme, ainda deixa um pouco a desejar. Embora simpático, o romance de época não é suficientemente forte para deixar de apenas ser uma diversão rápida.

E já que falei em diversão, vale ir ao cinema apenas para ver Stanley Tucci que está imperdível como o Duque d’Orleans, o afetado irmão do rei.

Adriana Maraviglia
@drikared

Texto publicado originalmente no blog Planeta Cinema

Assista ao trailer de “Um Pouco de Caos”:

 

 

 

Entre no Facebook e deixe seu comentário: