Atuação de Bradley Cooper é a maior atração de “Pegando Fogo” – Revista Eletricidade

Atuação de Bradley Cooper é a maior atração de “Pegando Fogo”

PEGANDO FOGO POSTERAdam Jones (Bradley Cooper) é um chefe de cozinha genial, que já passou por um dos melhores restaurantes de Paris, mas seu vício em drogas e sua personalidade difícil de lidar, não só afundou o restaurante famoso, mas o deixou em uma situação tão terrível, que ele decidiu deixar tudo para trás e foi para New Orleans trabalhar em um restaurante qualquer, abrindo ostras, numa tentativa de “pagar por seus pecados”.

Com o mundo da alta culinária popularizado hoje em dia por competições entre candidatos a chefe de cozinha na grade das emissoras de TV aberta no país, fica maior o interesse de filmes como esse, que tentam mostrar o que acontece dentro da cozinha antes daqueles belos pratos decorados como obras de arte, chegarem as mesas dos salões cheios de glamour, onde serão apreciados.

E o Adam Jones do bonitão Cooper é um prato cheio. Sentindo-se novamente a altura de retomar sua carreira, ele vai para Londres, onde decide encontrar um restaurante, pronto para alcançar sua terceira estrela no guia Michelin, uma alta honraria no mundo gastronômico.

Para isso, ele parte para a ação e sai recrutando uma equipe para a cozinha do restaurante de Tony (Daniel Brühl), um velho amigo com quem Jones trabalhou em Paris; que decide dar a ele uma nova chance, mas com a condição de que faça semanalmente testes para detecção de uso de drogas com sua própria terapeuta, vivida pela fantástica Emma Thompson.

Naquele estilo a que nos acostumamos assistindo a programas como “Hell’s Kitchen” do chefe que grita e humilha seus subordinados, Adam vai aos poucos reconquistando seu caminho até os holofotes.

“Pegando Fogo” não é exatamente aquela grande obra de arte que esperávamos, o roteiro tem pequenas falhas, aqui e ali, mas ainda assim é interessante, o diretor John Wells faz um trabalho razoável e capricha nas muitas cenas que exibem aquela comida feita para se comer com os olhos e o elenco tem uma boa química, com destaque para a garra que Bradley Cooper exibe em todas as suas cenas.

Em uma carreira que começou devagar, como o bonitão que aparecia para quebrar um pouco a comédia sem classe de filmes como “Se Beber Não Case” (2009), ele vem aos poucos mostrando que tem muito mais a apresentar, além dos lindos olhos azuis. As indicações a prêmios importantes como  Globo de Ouro e Oscar demonstram que está em um caminho certo.

Adriana Maraviglia
@drikared

Confira o trailer de “Pegando Fogo”:

Entre no Facebook e deixe seu comentário: