“A Grande Aposta” quer fazer rir da crise econômica de 2008 – Revista Eletricidade

“A Grande Aposta” quer fazer rir da crise econômica de 2008

A GRANDE APOSTA Para os desavisados, o título em português pode fazer entender que estamos para ver na tela um daqueles filmes sobre algum maluco que resolve pegar tudo que tem e arriscar em algum jogo, tendo as luzes de Las Vegas como cenário. Mas, infelizmente, para o mundo inteiro, que ainda sofre as consequências de uma crise econômica gravíssima que explodiu em 2008, o assunto desta comédia do diretor Adam McKay é algo muito mais sério.

Mesmo assim, “A Grande Aposta” consegue fazer rir, com uma edição de imagens primorosa, um roteiro ácido e uma galeria de personagens estranhos bastante divertida, parece aliviar o peso do desastre econômico que ainda hoje tem suas consequências espalhadas pelo mundo inteiro.

O filme é baseado no livro “The Big Short: Inside the Doomsday Machine” (2010) do jornalista Michael Lewis, que conta a história de como alguns poucos financistas que começaram a perceber em 2005 os sinais de que um grande desastre podia acontecer no mercado imobiliário, conseguiram lucrar onde todo mundo acabou perdendo.

Gente como Michael Burry (Christian Bale), um excêntrico matemático que trabalhava para uma empresa que gerencia fundos de investimentos e que tinha carta branca para tomar decisões sobre o dinheiro dos investidores, sempre que percebesse um bom negócio.

Assim, ele pegou a maior parte do dinheiro de seus investidores e partiu para Wall Street, onde comprou uma grande quantidade de títulos, vendidos a ele por banqueiros surpresos em saber que alguém desejava apostar dinheiro alto na queda de um mercado tradicionalmente sólido e que naquele momento em particular, apresentava-se como mais lucrativo do que nunca.

Mark Baum (Steve Carell) também percebeu a aproximação do desastre, mas completamente por acaso. Mais uma vez o trabalho de ator de Carell na construção de seu personagem é notável. Ele é o responsável por grande parte da graça do filme.

Uma das grandes sacadas de “A Grande Aposta” é a forma divertida como os jargões do economês são explicados no filme, com intervenções surpresa divertidas de Margot Robbie, Selena Gomez e do chefe de cozinha Anthony Bourdain.

“A Grande Aposta” concorre a 5 Oscars: Melhor Ator Coadjuvante (Christian Bale), Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Edição, Melhor Direção e Melhor Filme. No Globo de Ouro, o filme não foi nada bem, perdeu os 4 prêmios a que foi indicado (Melhor Roteiro, Melhor Comédia/Musical, Melhor Ator – Steve Carell, Melhor Ator – Christian Bale).

Adriana Maraviglia
@drikared

 

Assista ao trailer de “A Grande Aposta”:

 

Entre no Facebook e deixe seu comentário: