Djavan lança “Vidas pra Contar” no Citibank Hall – Revista Eletricidade

Djavan lança “Vidas pra Contar” no Citibank Hall

DJAVAN - FOTO BY REVISTA ELETRICIDADELançando o show baseado em seu vigésimo terceiro álbum, “Vidas pra Contar”, o cantor Djavan subiu ao palco do Citibank Hall por volta das 22:50 hs e encontrou casa cheia, com um público de todas as idades.

“Se Não vira Jazz”, do novo álbum, “Miragem” e “Eu te Devoro” já mostravam de cara, que o cantor alagoano não veio para somente para apresentar o seu novo trabalho, mas para promover um passeio delicioso por toda a sua obra.

As lindissimas “Me Leve”, “Outono” e “Alívio” fizeram o público flutuar. “Não é um Bolero” também do “Vidas pra Contar” e a clássica “Linha do Equador” pareciam cativar mais e mais o público a cada nota.

O cantor dedicou a música “Encontrar-te” aos amores eternos, um retrato da vida no Nordeste veio a seguir em “Vida Nordestina”, segundo Djavan música que ele compôs em homenagem “ao seu amado nordeste”.

Já num momento mais intimista, o cantor assumiu o violão ao lado de João Castilho (guitarra e violão) para um set acústico que incluiu “Açaí”, “A Rota do Indivíduo” e “Pétala”.

“Vidas pra Contar” traz a banda que o acompanha de volta ao palco. Por sinal, em uma atitude até que ousada, Djavan incluiu no repertório do show nada menos do que sete, das doze faixas que compõem o álbum “Vidas pra Contar”.

DJAVAN - FOTO BY REVISTA ELETRICIDADEA autobiográfica “Dona do Horizonte” conta como a mãe de Djavan influenciou a escolha dele pela música.
Além de ser um artista completo, o cantor ainda assina a direção deste espetáculo, que tem iluminação de Binho Schaefer, figurino de Roberta Stamato e cenografia de Suzane Queiroz.

A banda que acompanha Djavan é formada por: Carlos Bala (bateria), Jessé Sadoc (flügelhorn, trompete e vocal), Marcelo Mariano (baixo e vocal), Marcelo Martins (flauta, saxofone e vocal), Paulo Calasans (teclados e piano) e João Castilho (guitarras e violões).

Para o bloco final um desfile de hits dos 41 anos de carreira com canções como “Flor de Lis”, “Fato Consumado” e “Lilás” colocou todo mundo para dançar.
Para encerrar a noite, o cantor volta ao palco e apresenta “Um Amor Puro”, “Azul” e “Sina”, para delírio do público presente.

Valéria Maraviglia
@revistaeletricidade

Set-List do show Djavan “Vidas pra Contar”, no Citibank Hall – SP – 11/03/2016:

Se não vira Jazz
Miragem
Eu te Devoro
Me Leve
Outono
Alivio
Não é um Bolero
Linha do Equador
Encontrar-te
Vida Nordestina
Açai
A Rota do Individuo
Pétala
Vidas Pra Contar
Dona do Horizonte
Flor de Lís
Fato Consumado
Só pra ser o Sol
Acelerou
Boa Noite
Lilás

Bis:
Um Amor Puro
Azul
Sina

Entre no Facebook e deixe seu comentário: