Diogo Nogueira se apresenta em São Paulo – Revista Eletricidade

Diogo Nogueira se apresenta em São Paulo

DIOGO NOGUEIRA - FOTO:DIVULGAÇÃO Com pouco mais de oito anos de carreira, o carioca Diogo Nogueira é, sem dúvida, um dos principais nomes da nova geração do samba brasileiro. Cantor, compositor, instrumentista, apresentador e que, recentemente, estreou como ator no musical “SamBRA”, o multifacetado artista apresenta agora sua nova turnê nacional. No Carnaval 2016, Diogo foi campeão com a escola Imperatriz Dona Leopoldina, de Porto Alegre, ao ser homenageado no samba-enredo “Espelho, de Filho Para Pai a Imperatriz canta Diogo para João”, e esteve presente no desfile, na última sexta-feira, dia 5 de fevereiro.

Baseado em seu quarto disco de estúdio, “Porta-Voz da Alegria”, lançado em junho, Diogo traz seu show para São Paulo e se apresenta no Tom Brasil, no dia 19 de março.

A ótima fase do cantor inclui um recente Grammy Latino, na categoria de “Melhor Canção Brasileira”, com “Bossa Negra”, da parceria de Diogo Nogueira e Hamilton de Holanda, e uma nova música na novela “Totalmente Demais”. “A Mil Por Hora” é a décima música em trilhas sonoras de novelas.

A nova turnê do cantor tem no repertório as canções do novo álbum e os principais hits da carreira de Diogo. O público também ouvirá as músicas “Sangrando” e “Ponto de Interrogação”, de Gonzaguinha, além de um pot-pourris de Djavan (“Avião”, “Flor de Lis” e “Fato Consumado”). O sucesso “Nó na Madeira”, de João Nogueira, pai de Diogo, também faz parte do set-list do show, bem como “Codinome Beija-Flor”, um pedido pessoal da mãe de Cazuza, Lucinha Araújo, fã confessa da versão de Diogo Nogueira para o grande sucesso do filho.

Com direção musical de Boris Farias, iluminação de Césio Lima e cenografia de Zé Carratu, o espetáculo traz Diogo acompanhado de uma banda de 13 instrumentistas, composta por Henrique Garcia (cavaco), Dodô Moraes (teclado), Wallace Peres (violão), Inácio Rios (coro/banjo), Bruno Barreto (coro/percussão), Marcelo Pizzott (Percussão/Congas), Felippe Donguinha (Percussão/tantã), Maninho (Percussão/surdo), Wilsinho (Percussão/pandeiro), Luciano Bora (bateria), Fabiano Segalote (trombone) e Lamir Teixeira (sax/flauta), além de Boris Farias (baixo e programações). Aqueles que forem ao show também poderão assistir ao Diogo tocando flugelhorn (instrumento de sopro da família dos trompetes) – é na turnê “Porta-Voz da Alegria” que Diogo toca o instrumento em público pela primeira vez. O cenário do espetáculo será todo construído com equipamentos de última geração de iluminação e telões de led, com diversos vídeos preparados especialmente para o show.

Com cerca de um milhão de cópias vendidas de seus CD e DVD, tendo sido indicado ao Grammy Latino por todos os seus álbuns, prêmio que venceu em 2010 com o trabalho Tô Fazendo a Minha Parte, Diogo é apresentador há seis anos do programa de TV “Samba na Gamboa”, maior audiência da TV Brasil, também exibido pela TV Cultura. Recentemente fez sua estreia como ator, sendo elogiado por sua participação no musical “SamBRA”, visto em diversas capitais do país. Diogo faz cerca de 120 shows por ano e no último mês de julho fez uma turnê pela Europa com o projeto Bossa Negra, passando por 10 países (França, Itália, Inglaterra, Portugal, Eslovênia, Holanda, Finlândia, Alemanha, Bélgica e Suécia).

Porta-voz da Alegria, que dá base à nova turnê, é o quarto álbum de estúdio de sua carreira, foi produzido por Bruno Cardoso e Lelê (Leandro Oliveira) e traz 17 faixas, 11 delas inéditas, juntando a contemporaneidade do samba com a ligação essencial de Diogo com a tradição. O trabalho foi inteiramente gravado no Rio de Janeiro e tem duas faixas de autoria do próprio cantor (“Na Boutique” e “Paixão Além do Querer”), além de canções assinadas por nomes como Almir Guineto, Arlindo Cruz, Sombrinha, Leandro Lehart, Paulo César Feital, Pretinho da Serrinha, Xande de Pilares, Dudu Nobre, Jorge Vercilo, entre outros.

Algumas das músicas do novo álbum já são sucesso nas rodas de samba do Rio e SP, como “Alma Boêmia”, composta por Toninho Geraes e Paulinho Resende para Diogo, “Pra Que Brigar”, de Ladilson Bispo e José Roberto, e “Deixa eu Ir à Luta”, de Leandro Lehart. Durante a divulgação do álbum, Diogo lançou uma campanha online para reunir os momentos de alegria de seus fãs – anônimos e famosos – em um webclipe especial da faixa-título que abre o CD. A campanha reuniu mais de 2,5 mil participantes, com 150 fotos selecionadas, e o vídeo clipe foi lançado em meados de agosto.

Diogo Nogueira– Local: Tom Brasil: Rua Bragança Paulista, 1281 – Chácara Santo Antonio – São Paulo – SP – Data: 19/03/2016 – Sábado às 22hs – Ingresso Rápido – a partir de R$ 120,00 – Classificação: 14 anos.

Entre no Facebook e deixe seu comentário: