“A Moon Shaped Pool” é o novo trabalho do Radiohead – Revista Eletricidade

“A Moon Shaped Pool” é o novo trabalho do Radiohead

RADIOHEAD - FOTO: DIVULGAÇÃO

A banda inglesa Radiohead, conhecida por sua inventividade e capacidade de buscar novos sons, sem se preocupar muito se eles agradarão seu público, lança seu novo disco, “A Moon Shaped Pool”, o nono álbum de estúdio de sua carreira.

E depois de rodar por todos os tipos de experimentações sonoras possíveis, o novo trabalho sinaliza uma volta ao orgânico, à música produzida por instrumentos musicais, pura e simplesmente, o que no caso do Radiohead, pode se revelar uma boa surpresa.

A MOON SHAPED POOL - RADIOHEADO tom geral do trabalho é mais do que triste, chega mesmo a ser melancólico; segundo comentários que pipocaram pela rede, a culpa de toda a tristeza seria do fim do casamento de Thom Yorke. OK, não temos mesmo nada a ver com a vida particular do Thom, mas a música do Radiohead, que por sinal nunca foi mesmo muito alegre, agora chega a soar fúnebre de tão deprê.

Os dois primeiros singles já tinham sido divulgados antes da saída do disco, “Burn the Witch” e, especialmente “Daydreaming” chegaram à rede como amostras bastante interessantes do que se esperar do disco. A segunda música parece sintetizar todo o clima deprê, com sua melodia simples no piano, que vai se estendendo e guiando um arranjo de cordas fantasmagóricas, estranhas, mas muito, muito tristes.

Os dois singles já foram lançados como vídeos, o de “Daydreaming” foi dirigido pelo prestigiado cineasta Paul Thomas Anderson. Já o vídeo de “Burn the Witch”, que foi o primeiro a ser divulgado é uma animação usando a técnica stop-motion. Quanto à música “Burn the Witch”, ela é uma sobra das sessões de gravação de discos anteriores, que vinha sendo lapidada ao longo dos últimos anos.

E se você já tinha achado “Daydreaming” uma bela canção, espere até ouvir “Decks Dark”, em que a banda parece apostar todas as suas fichas, ainda no mesmo clima, Yorke e companhia são acompanhados aqui e ali por um belo coro de vozes que soam fantasmagóricas.

Na faixa seguinte, “Desert Island Disk”, acordes de uma guitarra acústica se sobressaem sobre interferências eletrônicas viajantes, criando um clima surpreendentemente zen e suave, até uma bateria acústica trazer um “sabor de jazz” à mistura. Diferente e interessante; que muitas vezes excede com excelência este conceito, em faixas como “Glass Eyes” e “True Love Waits”, esta última, uma faixa que já fazia parte do repertório, mas que agora recebeu o acabamento que merecia.

Aliás, a ideia de ser diferente e ao mesmo tempo interessante é a que sempre pareceu mover a banda. Neste caso, todo o álbum “A Moon Shaped Pool” é uma obra que reitera mais uma vez este desejo de sempre do Radiohead, que desta vez, conseguiu plenamente alcançar seus objetivos. Resta ver como esse novo repertório irá se comportar na estrada, porque em disco, ele já está perfeito.

Adriana Maraviglia
@drikared

Confira a lista de músicas de “A Moon Shaped Pool”, da banda Radiohead:
1. Burn the Witch
2. Daydreaming
3. Decks Dark
4. Desert Island Disk
5. Ful Stop
6. Glass Eyes
7. Identikit
8. The Numbers
9. Present Tense
10.Tinker Tailor Soldier Sailor Rich Man Poor Man Beggar Man Thief
11.True Love Waits

Assista ao vídeo de “Burn the Witch”:

Assista ao vídeo de “Daydreaming”:

Entre no Facebook e deixe seu comentário: