Disco que documenta apresentações ao vivo dos Beatles é relançado com faixas extras – Revista Eletricidade

Disco que documenta apresentações ao vivo dos Beatles é relançado com faixas extras

BEATLES - FOTO: DIVULGAÇÃO

Em um momento em que chega aos cinemas o documentário de Ron Howard sobre o auge da Beatlemania, “The Beatles: Eight Days a Week – The Touring Years”, um registro ao vivo, da banda, que já tinha sido lançado sem muito destaque em 1977, volta às lojas em uma versão muito mais interessante.

Trata-se de “Beatles – Live at the Hollywood Bowl”, gravado ao vivo em duas apresentações, que aconteceram em 23 de agosto de 1964 e, um ano depois, no dia 30 de agosto de 1965.

O material que existia até agora e  compunha o disco de 1977, com a produção de George Martin, sempre foi considerado um disco menor da banda, pela qualidade ruim do som, causada principalmente pela “parede sonora” composta por gritos femininos histéricos ensurdecedores, que na época faziam parte do dia-a-dia  dos Beatles, que eles enfrentavam “desarmados”; sem um sistema decente de retorno, em uma situação em que não conseguiam sequer ouvir seus próprios pensamentos.
Paul, George, John e Ringo eram mais do que músicos geniais, ainda tinham “super poderes”, porque só com eles para conseguir tocar confiando única e exclusivamente em seu entrosamento e familiaridade com o repertório para conseguir tocar naquelas condições.

Mas, agora, com toda a tecnologia em mãos e as fitas originais da gravação, o produtor Giles Martin, filho de George Martin, consegue nos dar uma dimensão ainda melhor do tamanho desse entrosamento.

Mesmo mantendo os gritinhos agudos ensurdecedores, desta vez dá para ouvir a banda tocando muito bem, músicas que na época tinham tomado de assalto os corações das menininhas e toda a mídia que, ainda atordoada e sem compreender muito bem o que estava acontecendo alimentava o poder daqueles quatro jovens ingleses, que, com seus cortes de cabelos ousadíssimos para a época, desafiavam a retrógrada sociedade americana, com aquela música que soava tão ultrajante, na cabeça de mães e pais preocupados, mas que hoje em dia soam tão doces e até ingênuas.

Aliás, a banda parou de tocar ao vivo, em 1966, e conta a lenda que uma das razões que a fez parar foi exatamente essa gritaria constante das fãs ensandecidas.

BEATLES - LIVE AT THE HOLLYWOOD BOWLAssim, no disco, um repertório delicioso ao vivo, chega pela primeira vez em condição de ser curtido sem precisar da colaboração de nossa imaginação, se revela uma banda entrosada, cheia de energia e tocando músicas próprias que marcariam sua trajetória vitoriosa, mas também vários marcos do rock de uma geração anterior a dos rapazes de Liverpool como Chuck Berry e Little Richards.

Além da melhora sonora do material, o novo disco tem 4 faixas que ainda estavam inéditas e chegam pela primeira vez neste lançamento: “You Can’t Do That”, “I Want to Hold Your Hand”, “Everybody’s Trying to Be My Baby” e “Baby’s in Black”.

Um disco ao vivo imperdível para todo mundo e obrigatório para os fãs dos Beatles.

Adriana Maraviglia
@drikared

Lista de faixas de “The Beatles – Live At The Hollywood Bowl”:
1- Twist And Shout
2- She’s A Woman
3- Dizzy Miss Lizzy
4- Ticket To Ride
5- Can’t Buy Me Love
6- Things We Said Today
7- Roll Over Beethoven
8- Boys
9- A Hard Day’s Night
10- Help!
11- All My Loving
12- She Loves You
13- Long Tall Sally
14- You Can’t Do That
15- I Want To Hold Your Hand
16- Everybody’s Trying To Be My Baby
17- Baby’s In Black

Confira um trecho de “Twist and Shout”:

Salvar

Entre no Facebook e deixe seu comentário: