Lista Especial: 100 Anos de Samba – Revista Eletricidade

Lista Especial: 100 Anos de Samba

HISTÓRIA DO SAMBA - CARYBÉ - FOTO: REPRODUÇÃO

O samba, o mais brasileiro dos ritmos completa hoje 100 anos. O ritmo musical que começou com os batuques dos escravos e aos poucos foi incorporando outros elementos, até que no século XIX, no Rio de Janeiro, os tambores africanos passaram a misturar-se com a polca e com o maxixe, dando origem ao samba como o conhecemos hoje.

O primeiro registro oficial de um samba foi da música “Pelo Telefone”, uma composição de Donga, que teve sua partitura registrada na Biblioteca Nacional no dia 27/11/1916.

De lá para cá, o ritmo se espalhou pelo país e ganhou o mundo, transformando-se em uma das grandes marcas da cultura do Brasil e em 2005, o Samba foi reconhecido pela UNESCO, órgão da ONU que cuida da Educação, Ciência e Cultura, como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

A Revista Eletricidade presta uma homenagem a este ritmo contagiante que está no DNA de todo o povo brasileiro publicando uma lista com 13 dos mais belos e importantes sambas da nossa história.

Tem um pouco de tudo nesta lista do lirismo de compositores como Cartola, e Paulinho da Viola, nas belíssimas “Preciso Me Encontrar” e “Foi Um Rio Que Passou em Minha Vida”, ao samba que se misturou ao jazz, da Bossa Nova de João Gilberto, em “Desafinado”,  do samba paulista de Adoniran Barbosa, na voz dos Demônios da Garôa, a beleza da inesquecível Clara Nunes resgatando as raízes africanas quando interpreta “O Mar Serenou”, grande sucesso de Candeia. E também uma curiosidade muito especial: o samba “Coisinha do Pai” escolhido pela NASA para despertar o robot Sojourner, que fazia a exploração de Marte, em 1997.

Aproveita que hoje e sábado e comemora o dia do Samba, da melhor maneira possível… sambando, é claro!

Martinho da Vila, Nelson Sargento e Diogo Nogueira – Pelo Telefone

Elis Regina – Mestre Sala dos Mares

Beth Carvalho – Coisinha do Pai

Monobloco – É Hoje!

Paulinho da Viola – Foi Um Rio que Passou em Minha Vida

Zeca Pagodinho e Marisa Monte – Preciso me Encontrar

Luiz Melodia – A Voz do Morro

Clara Nunes – O Mar Serenou

Gilberto Gil – Desafinado

Caetano Veloso e Gilberto Gil – Desde que o Samba é Samba

Jair Rodrigues – Tristeza

Chico Buarque – Quem te Viu, Quem te Vê

João Gilberto – Aquarela do Brasil

Demônios da Garoa – Saudosa Maloca

Jair Rodrigues e Alcione  – Não Deixe o Samba Morrer

Entre no Facebook e deixe seu comentário: