Simpatias e tradições de Ano Novo ao redor do mundo – Revista Eletricidade

Simpatias e tradições de Ano Novo ao redor do mundo

Dentro de poucos dias chega o Ano Novo e, depois de um ano difícil como foi 2016, as pessoas estão provavelmente muito mais atentas e dedicadas a cumprir cada um dos  rituais e simpatias para tornar 2017 um ano muito melhor.

O que muita gente não sabe é que estes rituais, como pular as sete ondas, para quem passa o Ano Novo na praia, tomam as mais variadas formas no mundo inteiro.

A Revista Eletricidade fez uma pesquisa e traz para vocês uma lista com as tradições e superstições de Ano Novo ao redor do mundo, algumas até parecidas com as nossas e outras bem estranhas.

Na Inglaterra, por exemplo, é costume deixar a porta detrás da casa aberta para que o “ano velho” vá embora e, também, as pessoas convidam o primeiro homem de cabelos escuros que virem passando pela rua para entrar, trazendo para dentro da casa pão, carvão e sal.

No País de Gales, a tradição diz que devemos pagar toda e qualquer dívida antes que o ano vire, porque, virar o ano com dívidas significa que passará o ano inteiro nesta condição.

Na Bielorrússia, as mulheres solteiras fazem um ritual para lá de curioso, elas se sentam no chão, em círculo, cada uma com um montinho de grãos de milho. Em seguida, solta-se um galo, no meio do círculo. O primeiro montinho de milho que o galo bicar é da próxima daquele grupo que irá se casar.

Como aqui no Brasil, os mexicanos também usam roupas novas, inclusive as íntimas, com cores pensadas para atrair cada coisa que  desejam, o vermelho, significa paixão e o amarelo, significa saúde e riqueza. Eles também escrevem em um papel tudo o que querem para o Ano Novo e mantém esta lista de desejos sempre a mão, durante o ano inteiro.

Para ter muita sorte, na Espanha, as pessoas comem 12 uvas, uma para cada badalada do sino que marca a chegada da meia-noite.

Na Argentina, o prato que traz a sorte é o de feijão. Nossos hermanos comem grãos de feijão porque a tradição diz que eles também garantem o emprego durante o ano inteiro.

No frio da Rússia, além das celebrações do próprio réveillon, uma tradição com origens religiosas chama atenção e acontece no “Dia de Reis”; todo 6 de Janeiro, os russos enfrentam um mergulho em águas congeladas para purificar a alma e começar o ano mais levinhos.

A noite de Ano Novo, é muito especial, na França, é chamada de “Le réveillon de la Saint-Sylvestre,” o costume é que seja feito um jantar caprichado, com muitos pratos e, durante as badaladas da meia-noite, eles brindam com champanhe e todo mundo se beija, geralmente dois beijos no rosto, desejando um bom ano novo.

Na Itália, o “Capodanno” é comemorado com tanto homens como mulheres estreiando chamativas roupas de baixo vermelhas. Além disso, nas roupas que se usa na festa, não se deve esquecer que uma das peças deve ser velha, outra nova e uma terceira deve ser um presente. Para comer, uma boa porção de lentilhas com pé de porco, garantem boa sorte e abundância no ano inteiro.

Nos EUA, especialmente nos estados do sul do país, um bom prato de “Black Eyed Peas”, um tipo de feijão, é servido para trazer prosperidade. Além disso, os americanos evitam tirar o lixo, ou qualquer coisa de casa para evitar as perdas durante o ano.

Alguns evitam também lavar as roupas, a louça ou quebrar qualquer coisa, porque são atividades, que, segundo a superstição, atrairiam má sorte.

Com superstições ou tradições, quaisquer que sejam elas, a noite de Ano Novo sempre é um momento muito especial porque pode significar para todo mundo, um novo começo, uma nova chance de tudo dar certo.  Feliz Ano Novo!

Adriana Maraviglia
@drikared

Entre no Facebook e deixe seu comentário: