“The Rolling Stones Olé Olé Olé!: A Trip Across Latin America”, a Maior Banda do Mundo em uma de suas turnês mais inesquecíveis – Revista Eletricidade

“The Rolling Stones Olé Olé Olé!: A Trip Across Latin America”, a Maior Banda do Mundo em uma de suas turnês mais inesquecíveis

Em 2016, os Rolling Stones fizeram a maior turnê latino americana de sua carreira, a “Olé Tour” vai ficar na história por muitas razões e, quase todas, estão expostas no documentário “The Rolling Stones Olé Olé Olé!: A Trip Across Latin America”, dirigido por Paul Dugdale.

Com 54 anos de carreira e ainda capazes de colocar na rua o “Maior Show da Terra”, os Stones aparecem na intimidade, entre um show e outro, mas também sobre os palcos e planejando um dos passos mais ousados de sua carreira: um show em Havana.

Diferente do documentário de Martin Scorsese “Shine a Light” (2008), que era só sobre a banda no palco e sua música, este filme mostra o impacto do grupo sobre seus fãs latinos. A sangrenta ditadura Argentina que não via com bons olhos a música dos Stones, durante a década de 70, parece ter dado um impulso extra para que o fã clube da bada prosperasse e criasse um verdadeiro culto aos Stones, os “rolinga”, como são chamados os fãs por lá, são os protagonistas de um espetáculo cheio de emoção nas apresentações que acontecem por lá.

Emoção que também toma de assalto os próprios Stones e fica muito difícil ver de forma impassível as lágrimas nos olhos de Keith Richards, na frente de uma multidão argentina cantando seu nome.

Como também é de arrepiar vê-lo ao lado do velho amigo de infância, Mick Jagger, nos camarins do estádio do Morumbi, lembrando como na passagem de ambos por uma fazenda, no interior de São Paulo, nos anos 60, os dois escreveram “Honk Tonk Women”; com direito a uma versão intimista da música, interpretada por ambos, lá mesmo, dentro do camarim.

E para os fãs dos Stones não tem nada mais lindo do que vê-los juntos.

Também é lindo vê-los interessados e fazendo uns tantos passeios turísticos e visitando amigos como o artista plástico Ivald Granato, com quem Ron Wood passa uma tarde, entre telas e tintas.

A chuva inclemente, penetra na festa dos Stones, produzindo imagens inesquecíveis em alguns shows da parte brasileira da turnê, capturadas com maestria pelo filme de Paul Dugdale.

Mas nada se compara a explosão do show em Cuba, a primeira apresentação dos Stones na ilha pode ser vista em todo seu esplendor em “Havana Moon”, o outro filme feito por Paul Dugdale durante a turnê, mas os preparativos que levaram a ela estão aqui.

Tudo, ou quase tudo, que fez da “Olé Tour” uma empreitada inesquecível, está neste documentário, um filme que precisa ser visto por todos, pelo menos por quem ama música, mais ainda pelos fãs dos Stones, que certamente têm mais uma razão para emocionarem-se com a banda.

Adriana Maraviglia
@drikared

Confira o trailer de “The Rolling Stones Olé Olé Olé!: A Trip Across Latin America”

Entre no Facebook e deixe seu comentário: