Em “Lion: Uma Jornada Para Casa” a realidade cruel de uma história verdadeira – Revista Eletricidade

Em “Lion: Uma Jornada Para Casa” a realidade cruel de uma história verdadeira

Mais um dos filmes concorrentes ao Oscar 2017 chega aos cinemas brasileiros. “Lion – Uma Jornada Para Casa”, do diretor Garth Davis traz para as telas uma história real, de uma realidade dura demais de pobreza e abandono.

A história  de Saroo (Sunny Pawar), um garotinho indiano que aos cinco anos de idade, se perde de sua família, em Calcutá, há mais de mil quilômetros de onde vive,  vai parar em um orfanato e acaba adotado por John e Sue Brierley (David Wenham e Nicole Kidman), um casal de australianos, que o leva para viver na Tasmânia.

Os anos passam e depois de crescido, Saroo, agora interpretado por Dev Patel passa a lembrar-se dessa infância e começa a buscar por sua família usando a tecnologia que tem a seu alcance.

A presença do pequeno ator Sunny Pawar é de tanto carisma, que, divide o filme em duas partes, a primeira, em que ele aparece e ilumina a tela e a segunda em que talentosos atores adultos, como Nicole Kidman e Dev Patel, mesmo com interpretações brilhantes, não parecem suprir a ausência da luz daquele pequeno ator.

Um filme que precisa ser conhecido, que pode nem parecer exatamente uma novidade a primeira vista, ainda mais depois do sucesso de “Quem quer ser um Milionário?” (2008), do britânico Danny Boyle, mas ainda assim uma bela e preocupante história real, quase um contraponto perfeito para todo o sonho proposto por “La La Land – Cantando Estações”.

E acima de tudo, uma obra de arte sobre um fato real, onde tudo funciona,  e chama atenção, além do trabalho magnífico dos atores, uma fotografia espetacular do australiano Greig Fraser que, recentemente assinou também “Rogue One”. Tudo embalado por uma trilha sonora de primeira qualidade.

“Lion – Uma Jornada Para Casa” foi indicado a 6 Oscars: melhor filme, fotografia, roteiro adaptado, trilha sonora, ator coadjuvante (Dev Patel) e atriz coadjuvante (Nicole Kidman).

Como o diretor Garth Davies não foi indicado ao Oscar, pode dar uma impressão que o filme tem menos chance de conseguir vencer o maior prêmio da noite, mas, de 2010 para cá, quando a Academia decidiu aumentar o número de filmes indicados, já aconteceu duas vezes de o vencedor de melhor filme, não receber também o prêmio de melhor diretor, portanto, fiquem atentos.

Adriana Maraviglia
@drikared


Assista ao trailer de “Lion – Uma Jornada para Casa”:

Entre no Facebook e deixe seu comentário: