Segundo filme da franquia “Animais Fantásticos” chega hoje aos cinemas brasileiros – Revista Eletricidade

Segundo filme da franquia “Animais Fantásticos” chega hoje aos cinemas brasileiros

O universo mágico cinematográfico criado por JK Rowling segue em expansão com a chegada aos cinemas de “Animais Fantásticos – Os Crimes de Grindewald”, nesta quinta-feira.

Dirigido por David Yates, o responsável pelos últimos  quatro filmes  da  Saga Harry Potter e pelo primeiro “Animais Fantásticos”, de 2016, o novo filme continua a contar a história de Newt Scamander (Eddie Redmayne), o jovem magizoologista que, depois de causar muitos problemas ao Ministério da Magia de seu país, em uma viagem aos EUA, encontra problemas bem maiores ao voltar para casa, depois que Gellert Grindelwald (Johnny Depp), na sequência mais eletrizante do filme, consegue escapar da prisão.

Tendo em mente que  este é apenas o segundo capítulo  de uma história que será contada em cinco filmes, a sequência retoma alguns personagens do primeiro “Animais Fantásticos” como Tina (Katherine Waterston), Queenie (Alison Sudol), Jacob (Dan Fogler)  e Credence (Ezra Miller), mas traz novos personagens como Theseus (Callum Turner), o irmão de Newt Scamander e Leta Lestrange (Zoë Kravitz), interesse amoroso dos dois; mas os fãs vibrarão mesmo em conhecer o jovem Professor Albus Dumbledore (Jude Law) e em rever Hogwarts, a escola de magia favorita de todo mundo.

Se visualmente “Animais Fantásticos – Os Crimes de Grindelwald” é um filme perfeito, retomando graças a David Yates a mesma “pegada” da porção final da Saga Harry Potter, o roteiro escrito diretamente por JK Rowling, demonstra alguns problemas e soluções estranhas. Mas imagino que seja uma questão momentânea, que muito provavelmente será corrigida e melhorada nos próximos capítulos.

Alguns erros  não passaram despercebidos pelo “radar” dos fãs mais atentos, como a presença de Minerva McGonagall (Fiona Glascott), em Hogwarts, como professora, alguns anos antes de seu nascimento e até a história de Nagini, vivida por Claudia Kim em sua forma humana, que foi pincelada tão rapidamente que quase não justifica a curiosidade que gerou entre os fãs ao aparecer nos trailers do novo capítulo.

Mesmo com alguns problemas, a história também tem seus pontos interessantes, dando algumas pistas sobre a relação entre Dumbledore e Grindelwald e a própria construção do vilão que se apresenta como um líder fascista, no final da década de 1920, com um discurso político que tenta ganhar seguidores para a causa da aniquilação do mundo trouxa.

Em um momento em que a história se repete, com seres cheios de ideias abjetas contra tudo o que é diferente deles, a sequência de “Animais Fantáticos”, ganha contornos de um alerta sobre esse tipo de discurso, surpreendentemente popular neste momento, mas que deve ser combatido sempre, especialmente aqui, no mundo real.

Adriana  Maraviglia
@drikared

 

 

Assista ao trailer de “Animais Fantásticos – Os Crimes de Grindelwald”

Entre no Facebook e deixe seu comentário: