Roma, obra prima de Alfonso Cuarón, chega a Netflix – Revista Eletricidade

Roma, obra prima de Alfonso Cuarón, chega a Netflix

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Chegou no último final de semana à Netflix, plataforma de exibição online de filmes e seriados, a nova produção do diretor mexicano Alfonso Cuarón, “Roma”.

Mesmo com muito pouco de mais concreto ainda em seu currículo, além dos dois Oscars que levou por “Gravidade” (2013), Cuarón desafiou a própria indústria cinematográfica para mostrar ao mundo uma história que se passa no bairro de Roma, na Cidade do México, entre 1970 e 1971.

Uma família classe média com três crianças e sua babá Cléo, um trabalho magistral da estreante Yalitza Aparício, um jovem e muito promissor talento que de agora em diante deve ganhar o mundo.

Por ser um projeto muito pessoal para Cuarón ele até se aventurou na fotografia e o resultado é de perder o fôlego; chega a ser uma pena o fato do filme não ter passado pelos cinemas, o preto e branco nostálgico, que ecoa diretamente o realismo italiano, que Cuaron escolheu para filmar sua história poderia ser ainda mais inspirador na tela grande.

Na linguagem também Cuarón decidiu optar pelo inusitado. Nada de grandes closes, ou cenas fechadas em protagonistas, os planos de sua câmera são sempre gerais, mais distantes, pegando todo o ambiente. Como se convidasse o espectador a testemunhar cada cena a uma distância segura, a mesma que estamos ao revermos as cenas em nossa própria memória.

Por tudo isso, “Roma” deve levar muitos prêmios nesta temporada, está concorrendo a três categorias no Globo de Ouro (melhor filme estrangeiro, melhor diretor e melhor roteiro), uma premiação da imprensa estrangeira de Hollywood considerada uma importante prévia do Oscar.

Adriana Maraviglia
@drikared

Entre no Facebook e deixe seu comentário: