Bernard Fowler quer mostrar a poesia que se esconde nas músicas dos Stones – Revista Eletricidade

Bernard Fowler quer mostrar a poesia que se esconde nas músicas dos Stones

Para os fãs dos Rolling Stones, Bernard Fowler já é uma figura bem conhecida, o cara alto,  muito estiloso, sempre no canto do palco, com seus longos dreadlocks que tem participado dos discos e turnês dos Stones, fazendo backing vocals desde 1989.

Paralelamente, Bernard sempre gravou seus próprios discos, mas desta vez seus dois trabalhos tem uma coisa em comum: ele acaba de lançar “Inside Out”, um disco em que recita as letras das músicas dos Rolling Stones, escritas por Mick Jagger como poesia e onde a música entra apenas como um pano de fundo, com melodias bem diferentes daquelas que estão nos discos dos Stones.

E se a ideia é valorizar as letras, a escolha das músicas a serem reinterpretadas passa bem longe daqueles grandes hits que estamos acostumados a associar à banda, com apenas uma honrosa exceção: “Sympathy for the Devil” e sua letra que convida o ouvinte a adivinhar quem seria aquele personagem que descreve uma série de atrocidades em que teve participação através dos séculos.

“Dancing with Mr D”, do maravilhoso “Goat’s Head Soup” (73) aparece suingando pesado, fazendo justiça a versão original. 

Na voz de Bernard, a poesia de Mick Jagger parece trazer à luz os muitos aspectos escondidos pelo rolo compressor musical dos Stones. 
Por sinal, um dos álbuns menos valorizados da banda, “Undercover”, lançado em 1983, empresta 4 de suas 10 faixas para “Inside Out”; inclusive “Undercover of the Night”, vestida de ritmos latinos nesta versão.

Mas o melhor momento do disco é ainda a interpretação de “Sister Morphine”, uma canção que gela o nosso sangue já em seu formato original e ganha uma nova luz na voz de Fowler. 

Também participam do disco Darryl Jones (baixista que toca com os Stones desde 1993), Steve Jordan (baterista que toca em todos os discos solo de Keith Richards) e Ray Parker, Jr. (guitarrista legendário que já tocou/compôs com Marvin Gaye, Stevie Wonder e Barry White, entre outros).

Uma oportunidade de apreciar a obra de Mick Jagger por um novo ângulo, bastante inusitado, enquanto esperamos ansiosamente pelo anúncio das novas datas para a turnê americana dos Stones. 

O disco já está disponível nas plataformas digitais e pode ser ouvido na íntegra no Spotify. Não deixe de conferir, vale a pena. 

Adriana Maraviglia
@drikared

Conheça “Inside Out”, o novo álbum de Bernard Fowler que quer mostrar ao mundo a poesia que existe na obra dos Rolling Stones:

Entre no Facebook e deixe seu comentário: