“Vingadores: Ultimato” encerra década da Marvel com um espetáculo – Revista Eletricidade

“Vingadores: Ultimato” encerra década da Marvel com um espetáculo

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Depois de muitas expectativas chegou finalmente aos cinemas “Vingadores: Ultimato”, filme que fecha um ciclo de uma década dentro do Universo Cinematográfico  Marvel, iniciado em 2008 com o lançamento de “Homem de Ferro”.

Sem querer dar nenhum spoiler, todos já sabem que o filme anterior “Os Vingadores: Guerra Infinita” (2018), não teve um final nada feliz: Thanos (Josh Brolin) fez desaparecer metade dos seres vivos do universo, incluindo alguns heróis do Universo Marvel e o novo filme já começa sob o choque e a tristeza de saber que muitas vidas foram perdidas.

Mas quem espera por desolação, terá uma surpresa. O capítulo final da Saga dos Vingadores cumpre com louvor a função maior de todo filme de super herói que é a de divertir o espectador acima de tudo.

E faz com uma qualidade bem acima da média, o que pode eventualmente repetir e até ampliar o sucesso feito por “Pantera Negra” (2018), outro filme do mesmo universo, que levou 3 Oscars neste ano.

Neste quesito merece destaque a atuação de Robert Downey Jr (Tony Stark), que dá ao seu sempre divertido personagem uma dimensão que é ao mesmo tempo heroica e humana. 

Para ser mais justa todo o elenco parece bastante comprometido em criar um espetáculo inesquecível e o filme se beneficia disso, são muitos os momentos divertidos e as referências ao mundo geek que fazem os fãs vibrar.

Por falar em emoções, os cinemas lotados desses primeiros dias de exibição tem assistido a todo o espectro humano de reações, dos gritos e aplausos da torcida ao suspiro de alívio, das gargalhadas às lágrimas; a experiência de ver nas telas a grandiosa aventura dirigida por Anthony e Joe Russo não permite que ninguém fique indiferente ao drama que se descortina por suas mais de 3 horas de exibição, que, por sinal, passam sem que a gente se de conta.

Um verdadeiro espetáculo cinematográfico que já nasce com cara de clássico, o tipo de filme que eleva as expectativas para todo o gênero e que será usado como base de comparação para tudo o que vier de agora em diante. 

No roteiro, o universo deixado em ruínas por Thanos precisa ser restaurado e os Vingadores sobreviventes se reúnem mais uma vez para tentar desfazer a destruição.

O final dá algumas pistas sobre os caminhos que o Universo Marvel pode passar a trilhar nos próximos anos. 

Pronto! Mesmo sem spoilers, já deu para te dizer uma porção de coisas que você queria saber sobre “Vingadores: Ultimato”, agora é  só  ir ao cinema e se divertir de montão.

Adriana Maraviglia
@drikared

Assista ao trailer de “Vingadores: Ultimato”

Entre no Facebook e deixe seu comentário: