Lista Especial: Para homenagear Doris Day, os 10 melhores filmes de sua carreira – Revista Eletricidade

Lista Especial: Para homenagear Doris Day, os 10 melhores filmes de sua carreira

  •  
  •  
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma comediante que cantava, uma tremenda atriz com muita graça para fazer comédia, Doris Day, que faleceu hoje aos 97 anos, pode muito bem ser considerada o rosto de uma época em que Hollywood nem pensava em transgredir certas regras em suas produções.

Ela já era uma estrela quando fez “O Homem que Sabia Demais” (1956), um suspense do diretor Alfred Hitchcock, mas ainda não tinha chegado ao personagem que a deixaria mais conhecida: a moça solteira e durona de “Confidências à Meia-Noite”(1959), que rendeu até uma indicação ao Oscar, ou a senhora casada e muito bem comportada de “O Tempero do Amor”(1963).

Como Calamity Jane, a pistoleira durona, mas doce de “Ardida como Pimenta” (1953), Doris Day estrelou comédias inesquecíveis frequentando as muitas “Sessões da Tarde” nas décadas de 70 a 90, antes que os tais canais a cabo de clássicos a deixassem longe da TV aberta.

Na década de 70, quando Doris Day afastou-se do cinema, ela criou uma fundação que atuava na defesa dos animais.

Em homenagem a Doris Day, a Revista Eletricidade preparou uma lista de filmes imperdíveis para você fazer uma sessão da tarde em casa. Viva Doris Day!

O Homem que Sabia Demais (1956)

Confidências à Meia-Noite (1959)

O Tempero do Amor (1963)

Teia de Renda Negra (1960)

Carícias de Luxo (1962)

A Espiã de Calcinhas de Renda (1966)

Não me Mandem Flores (1964)

Ardida como Pimenta (1953)

Um Amor de Professora (1958)

Ama-me ou Esquece-me (1955)

Entre no Facebook e deixe seu comentário: