Na Virada Cultural, Luciana Mello e Pedro Mariano comemoram os 60 anos da Bossa Nova – Revista Eletricidade

Na Virada Cultural, Luciana Mello e Pedro Mariano comemoram os 60 anos da Bossa Nova

  •  
  •  
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  

O Sesc Paulista ofereceu ao público paulistano  como tema para as atividades durante a Virada Cultural deste ano, uma volta ao passado, usando como “Máquina do Tempo”  a televisão.

Além de oferecer  os velhos aparelhos como cenário, vídeos antigos tomaram os telões modernos e enquanto o DJ Frederico Pellachin transformava em pista de dança o terraço do café, no 17º  andar ao som das trilhas sonoras de novelas das décadas de 80 e 90, dentro do café um grupo de atores da Cia do Núcleo brincava com o público, apresentando uma versão do Programa Silvio Santos. 

Com cadeiras instaladas na Avenida Paulista fechada, um cinema ao ar livre trazia velhos sucessos cinematográficos da década de 80 como “Quero Ser Grande” e “Curtindo a Vida Adoidado”.

Os 60 anos da Bossa Nova

Uma das atrações mais inesquecíveis da história da TV brasileira, o programa “O Fino da Bossa” (64-67)  expôs ao público brasileiro o melhor de um movimento musical que crescia e já conquistava o sucesso internacional.

Um sucesso que já dura 60 anos, comemorado durante a madrugada da Virada Cultural,  com um show muito especial que uniu no palco do Sesc os cantores  Luciana Mello e Pedro Mariano, filhos dos apresentadores originais do programa de TV que ajudou a popularizar a Bossa Nova no Brasil; Jair Rodrigues e Elis Regina.

Com casa cheia e acompanhada por músicos excepcionais, Luciana Mello abre a apresentação com “Chega de Saudade”,  que é considerada a primeira Bossa Nova da história.

E depois de um primeiro bloco que trouxe hits da Bossa Nova e de sua carreira, o cantor Pedro Mariano subiu ao palco para um dueto emocionante do “Medley 2 na Bossa”, uma coleção de trechos de canções que abre com “O Morro não tem vez” e traz imediatamente à lembrança do público os duetos de Elis Regina e Jair Rodrigues.

A dupla ainda reeditaria “Cai Dentro”, gravada ao vivo no DVD ao vivo de Pedro Mariano, lançado em 2005.

Mas o melhor da noite ainda estava por vir “Arrastão”, canção que fez Elis Regina vencer o primeiro Festival da Música Popular Brasileira, recebe uma interpretação vibrante e emocionada de Luciana Mello.

A banda de Luciana Mello formada por Marcelo Maita (teclado), Eric Budney (contrabaixo), Daniel de Paula (bateria) e Walmir Borges (violões), que assina os arranjos,  merece destaque tecendo o pano de fundo perfeito para cada canção variando na sonoridade em uma paleta que ia do jazz mais puro nas canções interpretadas por Pedro Mariano ao samba quando fazia o acompanhamento de Luciana Mello.

Adriana Maraviglia
@drikared

Galeria 60 Anos de Bossa Nova – Sesc Paulista 19/05/19

  • bootstrap slideshow
bootstrap carousel example by WOWSlider.com v8.8

Entre no Facebook e deixe seu comentário: