João Carlos Martins rege Orquestra do Projeto Ação Social Pela Música no Theatro Municipal | Revista Eletricidade

João Carlos Martins rege Orquestra do Projeto Ação Social Pela Música no Theatro Municipal

  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

O maestro João Carlos Martins irá reger a Orquestra do Projeto Ação Social Pela Música, de João Pessoa/PB, no Theatro Municipal de São Paulo/SP, neste domingo (8 de setembro), a partir das 12h. O espetáculo, que abrirá o concerto Bachiana Meio-dia, da Bachiana Filarmônica SESI-SP, faz parte de uma série de apresentações que o “Orquestrando o Brasil” vem realizando pelo país, com grupos musicais integrantes do projeto, sob a regência do maestro João Carlos Martins, como ocorreu em Taubaté/SP, em Maringá/PR, em São Paulo/SP e em Brasília/DF este ano.

O Projeto Ação Social pela Música atende atualmente 300 crianças e adolescentes, com idade de 6 a 17 anos, em quatro unidades na capital do estado da Paraíba, mantido integralmente pela Prefeitura Municipal de João Pessoa, através da Fundação Cultural (Funjope), desde 2015. Aliando o ensino da música à educação formal, num sistema de jornada complementar à escola, o projeto disponibiliza também aulas de reforço escolar (Português e Matemática). Na Unidade 1 (Alto do Mateus) e na Unidade 2 (Mangabeira) os alunos aprendem a tocar instrumentos de corda (violino, viola, violoncelo e contrabaixo). Já na Unidade 3 (Gervásio Maia), estudam flauta doce, e na unidade 4 (Bairro dos Novais), estudam metais (trompete, trombone, tuba e trompa).

O programa do concerto de domingo começa com músicas que fizeram sucesso nas telas do cinema e TV como “Games of Thrones” (Ramin Djawadi), “The Avengers” (Alain Silvestri) e pérolas do repertório Armorial, como “No Reino da Pedra Verde” (Clóvis Pereira) e “Toada e Desafio” (Capiba), dentre outras composições. A programação segue com apresentação da Bachiana e do Quinteto Jazz.

Os 42 alunos do projeto – 14 da unidade do Alto do Mateus e 28 da unidade de Mangabeira – serão regidos pelos maestros Samuel Galvez Espinosa e Hector Rossi, além do maestro João Carlos Martins.

Essa é a primeira vez que os alunos do projeto fazem uma apresentação fora da cidade. “A viagem vai ser um compromisso profissional incrível. O Theatro Municipal de São Paulo é um dos maiores palcos da música clássica nacional e vai ser incrível poder mostrar o que nossa orquestra sabe fazer. Sou um dos alunos mais velhos do projeto e estou muito ansioso para representar minha cidade ao lado dos meus amigos”, disse Carlos Eduardo Melo Carvalho, o Cadu, de 16 anos, que começou no projeto em 2015, quando tinha 12 anos, e hoje é um dos alunos mais experientes. Ele estuda viola clássica na unidade de Mangabeira, é estagiário da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) e bolsista da Orquestra Sinfônica Jovem da Paraíba.

Para o diretor executivo da Funjope, Maurício Burity, o convite para participar desse concerto é fruto do trabalho sociocultural desenvolvido pela PMJP em benefício do povo de João Pessoa, com este projeto que vem transformando vidas e que é um dos mais importantes para a política cultural do município. “É uma honra receber este convite tendo partido de um dos maiores nomes da música do nosso país e podermos levar essas crianças para se apresentarem no Theatro Municipal de São Paulo, que é um templo da cultura no Brasil e na América Latina. Certamente será uma experiência inesquecível para todos nós”, afirmou Burity.

“O sonho de Villa-Lobos, de fechar o Brasil em forma de coração, está sendo realizado através do Orquestrando o Brasil. Prova disso é a apresentação da orquestra do projeto Ação Social pela Música, de João Pessoa/PB, em pleno Theatro Municipal de São Paulo. É um orgulho receber essas crianças cujo trabalho musical tive o privilégio de conhecer no ano passado, durante visita do Orquestrando o Brasil à João Pessoa. Será um belo espetáculo”, conclui o maestro João Carlos Martins.

João Carlos Martins e Orquestra do Projeto Ação Social Pela Música – Local: Theatro Municipal de São Paulo – Praça Ramos de Azevedo, s/n- Centro/SP – Data: 8/09 (domingo) – Horário: abertura dos portões: 11h / espetáculo: 12h – Classificação indicativa: livre (sugerido para maiores de 7 anos) – Duração aproximada: 60 minutos – Ingressos: 20 reais – Venda de ingressos: Eventim  

Compra presencial de ingressos: 
Bilheteria do Theatro Municipal de São Paulo: De segunda a sexta das 10h às 19h | Sábado e domingo das 10h às 17h.

Entre no Facebook e deixe seu comentário: