Simply Red retoma as raízes em novo disco "Blue Eyed Soul" | Revista Eletricidade

Simply Red retoma as raízes em novo disco “Blue Eyed Soul”

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Chegou às lojas “Blue Eyed Soul”, o décimo segundo disco da banda Simply Red e primeiro após o lançamento de “Big Love”, de 2015, que anunciava seu retorno à cena.

Em 2010, Mick Hucknall, a voz, alma e cabelos ruivos da banda, tinha decidido acabar com o grupo para seguir uma carreira solo, que o levou até a substituir o cantor Rod Stewart em um show beneficente da banda Faces e gravou seu segundo disco solo “American Soul” (2012).

O disco que traz versões covers de clássicos da soul music americana, presta uma homenagem a artistas como Otis Redding, Etta James, Ray Charles e outros tantos grandes nomes que certamente fizeram parte direta da formação musical do cantor.

Voltando ao novo trabalho, o passeio por suas raízes musicais parece ter feito muito bem à Hucknall, já que em “Blue Eyed Soul” ele volta com tudo para estas raízes e apresenta 10 novas composições inspiradas nelas.

Não esperem encontrar o frescor e a crueza de “Picture Book”, o disco de estreia e um dos melhores da história do Simply Red, lançado em 1985. Mas dá para perceber nas entrelinhas o desejo de aproximar-se do espírito daquele álbum. 

Abrindo o disco com “Thinking of You”, uma daquelas faixas dançantes e irresistíveis que costumam povoar a obra da banda e ajudaram a vender uma boa parte dos mais de 50 milhões de discos, nestes quase 35 anos de carreira, o baile segue com “Ring that Bell”, “Bad Bootz”, “Don’t Do Down” e “Chula”.

BLUE EYED SOUL - SIMPLY REDMas o disco tem também uma nova coleção de baladas. Hucknall que já foi um dos maiores mulherengos da história da música pop, agora canta “Sweet Child”, uma doce melodia dedicada à filha Romy, de 12 anos.

E jura amor eterno a esposa Gabriella Wesberry, em “Complete Love”, uma linda balada na mesma tradição de grandes hits como “Stars” e “Say You Love Me”.

Nem comentei ainda, mas o time de músicos que faz parte da banda neste momento é de uma competência gigantesca e dá aquele acabamento musical impecável à sonoridade do novo disco que foi produzido por Andy Wright, uma das poucas presenças constantes na carreira musical de Hucknall.

Depois de muitas formações diferentes, o Simply Red de hoje conta com Ian Kirkham (sax/teclados), Kenji Suzuki (guitarras), Dave Clayton (teclados), Kevin Robinson (trompete/flauta), Steve Lewinson (baixo) e Roman Roth (bateria).

Com o novo repertório em mãos, a banda planeja uma turnê pela Europa e Reino Unido, que começa em Outubro de 2020.

Adriana Maraviglia
@drikared

Ouça “Blue Eyed Soul” no Spotify:

Entre no Facebook e deixe seu comentário: