Lista: Em homenagem a Marie Friedriksson, as 13 essenciais do Roxette | Revista Eletricidade

Lista: Em homenagem a Marie Friedriksson, as 13 essenciais do Roxette

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
MARIE FRIEDRIKSSON (ROXETTE) FOTO: REPRODUÇÃO

Hoje é um dia triste para as pessoas que tiveram seus sonhos embalados pelo pop dançante da década de 90.

A cantora Marie Friedriksson, do duo sueco Roxette, morreu ontem, dia 09/12, aos 61 anos, depois de passar os últimos 17 anos em uma intensa luta contra o câncer.

Per Gessle, guitarrista e parceiro de Marie no Roxette, escreveu em sua conta no Facebook: “O tempo passa muito rápido. Há nem tanto tempo, passávamos dias e noites em meu pequeno apartamento em Halmstad, ouvindo a música que nós amávamos, compartilhando sonhos impossíveis. E um sonho que eventualmente conseguimos compartilhar!…. Você era uma musicista extraordinária, uma mestre da voz, uma performer maravilhosa. Obrigada por pintar as minhas canções em preto e branco com as mais lindas cores. Você foi a mais maravilhosa parceira por mais de quarenta anos.”

Com uma carreira que começou na Suécia, na segunda metade da década de 80, o Roxette conquistou o mundo com seu pop dançante e baladas encantadoras.

A carreira terminou em 2016, após o fim da turnê do último álbum, “Good Karma”, lançado naquele mesmo ano.

Em 30 anos de carreira, o Roxette vendeu 60 milhões de discos em todo o mundo e trouxe seu show ao Brasil em 5 ocasiões: 1992, 1995, 2011 e 2012, apresentando-se em diversas cidades brasileiras.

Em homenagem a Marie Friedriksson, a Revista Eletricidade preparou uma lista com 13 canções essenciais do Roxette, para ouvir e lembrar o pop sueco de altíssima qualidade que encantou o mundo. Viva Marie! Viva o Roxette!

Listen to Your Heart

It Must Have Been Love

Spending My Time

The Look

How Do You Do?

Dressed For Success

Fading Like a Flower

Stars

Queen of Rain

Almost Unreal

It Just Happens

Wish I Could Fly

Crash! Boom! Bang!

Vídeo Extra (gravado por fãs) – Roxette em São Paulo (Credicard Hall) – Maio/2012

Entre no Facebook e deixe seu comentário: