Documentário “2020 Nunca Mais” ri do pior ano das nossas vidas – Revista Eletricidade

Documentário “2020 Nunca Mais” ri do pior ano das nossas vidas

E enquanto esperamos que o ano de 2020 com todas as suas tragédias chegue logo ao fim, a Netflix lançou “2020 Nunca Mais”, um documentário que mostra o lado engraçado de tudo o que vivemos nos últimos 12 meses.

E se muitos de nós, em alguns momentos,  achamos que estávamos vivendo em algum tipo de ficção apocalíptica neste período, quem melhor do que Charlie Brooker, o criador da série “Black Mirror” para nos fazer rir de tudo isso.

Com a estrutura de documentário, o filme faz entrevistas com “especialistas” como o historiador Tennyson Foss (Hugh Grant), o jornalista Dash Bracket (Samuel L Jackson), o cientista Pyrex Flask (Samson Kayo) e até com a Rainha Elizabeth (Tracey Ullman) e, além de falar da pandemia de Covid19, também trata de outros assuntos como o movimento “Vidas Negras Importam”, as muitas catástrofes ecológicas, o Brexit e as eleições americanas.

Nada fica de fora da “metralhadora giratória” do filme e até mesmo o pior presidente da história do Brasil, aparece em algumas cenas merecidamente homenageado por sua contribuição desastrosa como um dos piores governantes do mundo neste momento.

O tom é de humor britânico e não perde nenhuma piada, ao mesmo tempo em que ajuda a abrir os olhos para as muitas e enormes contradições de se viver em um mundo onde mesmo tendo acesso a toda a informação, as pessoas preferem acreditar em mentiras ridículas e absurdas.

Para rir de nós mesmos e de nossa difícil condição de humanos a mercê das escolhas de uma massa de ignorantes que decidiram voltar a pé para a Idade das Trevas.

Adriana Maraviglia

Assista ao trailer de “2020 Nunca Mais”:

Entre no Facebook e deixe seu comentário: