Hugo Prata, diretor do filme Elis, que está chegando aos cinemas no próximo dia 24/11 rejeita o rótulo cinebiografia com uma razão que faz todo sentido do mundo: