O cineasta Oliver Stone sempre gostou de uma controvérsia e é inimigo declarado do conservadorismo americano, criticando-o pesadamente em  filmes como “W”(2008), uma cinebiografia do presidente George W