Com Diane Keaton e Jeremy Irons no elenco, “Amor, Casamentos & Outros Desastres” chega aos cinemas

Estreando nos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (20),  a comédia “Amor, Casamento & Outros Desastres” traz a assinatura de Dennis Dugan, um diretor conhecido por seus muitos filmes de sucesso estrelados pelo ator Adam Sandler, como “O Paizão” (99) e “Gente Grande” (2010).

O diretor tem em seu currículo diversas comedias de sucesso, sempre naquele gênero mais pastelão, com muitas piadas físicas que abrem mão de um texto mais elaborado em troca do riso fácil e imediato da “torta na cara”.

Com “Amor, Casamentos & Outros Desastres” Dugan experimentou ir mais longe. Juntou um grande elenco onde se destacam os veteranos Jeremy Irons e Diane Keaton, e escreveu seu primeiro roteiro para uma comédia romântica ambientada no universo das cerimônias de casamento, daquelas em que várias histórias convergem, do tipo que o clássico do gênero  “Simplesmente Amor” (2003) popularizou. 

O problema é que este tipo de projeto pede por alguma sutileza, além de um desenvolvimento mais profundo dos personagens, coisa que não estão no repertório de Dugan.

O que é uma pena, o filme conta a história de Jessie (Maggie Grace), uma organizadora de casamentos sem nenhuma experiência que precisa enfrentar diversos problemas e até sua própria fama de “destruidora de casamentos” para fazer o casamento dos sonhos para um candidato a prefeito.

Mas infelizmente tudo ficou meio raso, por exemplo, os personagens das maiores estrelas do filme: o dono de buffet Lawrence (Jeremy Irons) é um patrão extremamente exigente, até que um amigo arruma para ele um encontro às cegas com Sara (Diane Keaton), uma mulher cega e completamente desastrada, por quem o viúvo, até então insuportável, se apaixona, e magicamente ele se transforma em um novo  homem agradável e generoso.

E no meio de uma porção de clichês e uma ou duas piadas realmente engraçadas,  o filme parece ter apenas um detalhe interessante e criativo: as transições musicais  com Jordan (Elle King), a garota que canta no parque e brevemente ilumina a tela entre um quadro e outro. 

Em resumo, não vá esperando muito, “Amor, Casamentos & Outros Desastres” é apenas diversão leve, sem maiores consequências, com cara de “Sessão da Tarde”.

Adriana Maraviglia

Assista ao trailer de “Amor, Casamentos & Outros Desastres“:

Compartilhe: