Os Primeiros Soldados – quando a AIDS era morte certa

Os Primeiros Soldados- Foto: Divulgação

Chegando aos cinemas nesta quinta-feira (07/07), “Os Primeiros Soldados”, do diretor Rodrigo de Oliveira, que resgata um momento crucial na história da AIDS no Brasil.

Em Vitória, no Espírito Santo, na virada de 1983, Suzano (Johnny Massaro) é um biólogo que vivia na Europa e acabou de voltar ao Brasil para se reaproximar de sua irmã Maura (Clara Choveaux) e do sobrinho Muriel (Alex Bonin).

Na festa do réveillon, ele conhece Rose (Renata Carvalho), uma artista transexual e o videomaker Humberto (Victor Camilo) que passam a ser sua unica companhia constante agora que será preciso enfrentar todos os desafios impostos pela AIDS.

Em um momento em que a AIDS começava a chamar atenção no mundo como um mal que acometia os gays, Suzano e seus dois novos amigos se unem para tentar sobreviver a uma doença fatal que ainda não tinha tratamento e significava uma sentença de morte.

Com muita sensibilidade, o roteiro conta a história destes “soldados” em luta contra um inimigo invisível e corajosamente dispostos a usar seus próprios corpos como cobaias para tentativas de tratamento.

O roteiro do próprio Rodrigo, baseado em uma longa pesquisa dos casos reais ocorridos na cidade de Vitória que envolveu, além da leitura de jornais da época, entrevistas com profissionais de saúde, familiares e membros da comunidade LGBTQIAP+.

A história de “Primeiros Soldados” ajuda a enxergar de forma sensível cada um dos aspectos que cercavam aquela realidade tão difícil.

Vale lembrar que hoje em dia, mesmo com o diagnóstico de HIV positivo não tenha mais o mesmo significado de morte certa que tinha lá na década de 80, a AIDS continua matando 11 mil pessoas por ano só no Brasil e a homofobia, um outro tipo de doença, que tem como causa não um vírus mas  a ignorância da alma sebosa dos intolerantes, continua fazendo mais vítimas por aqui do que no resto do mundo.

Adriana Maraviglia 

@drikared 

Assista ao trailer de “Os Primeiros Soldados”:

Compartilhe: